Análise de elementos/metais em vegetais - alimentos e insumos farmacêticos.

Atualizado: 22 de mar.



Em 1970, a maconha foi designada como droga do Anexo 1, sob a Lei de Substâncias Controladas, tornando quase impossível para os laboratórios efetuarem pesquisas sobre cannabis. No entanto, o uso medicinal da cannabis agora é legal no Canadá e em 35 estados dos EUA. Com a aprovação do Farm Bill em 2018, agora é legalmente federal cultivar e processar cânhamo em todos os 50 estados. Todo esse interesse em cannabis medicinal e canabidiol (CBD) destacou a necessidade de uma boa metodologia de análise neste mercado relativamente jovem. A análise de cannabis ainda está desenvolvendo protocolos padronizados, requisitos e práticas de teste aceitáveis. Os requisitos de teste típicos para cannabis e seus produtos incluem análise de metais pesados, resíduos de pesticidas e a potência de ingredientes ativos, como tetrahidrocanabinol (THC). O teor de terpeno da cannabis também é importante. Os terpenos demonstraram ter usos benéficos para o tratamento de condições que variam de câncer e inflamação à ansiedade e insônia. Acredita-se que a combinação de terpenos e canabinóides na cannabis produz um efeito sinérgico em relação aos benefícios médicos.


Continue lendo...